Bolsa Família completa 10 anos

Publicado em 24/05/2013

No último sábado (18/05), um boato sobre o fim do Bolsa Família deixou milhares de brasileiros irritados, o que resultou em confusão e tumulto em alguns estados do Nordeste. O caos se tornou notícia nacional e o tema voltou a ser muito comentado em rádios, televisões, jornais e sites.

Aproveitando o tema e lembrando que este ano o Bolsa Família completa uma década, vamos explicar exatamente o que é, para quem serve e quais os resultados que esta ajuda do governo federal trouxe para os beneficiados.

Ah! O assunto pode ser tema de ENEM e vestibulares!

Bolsa Família

Em outubro de 2003, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, lançou o Bolsa Família, com o intuito de garantir, a todos os brasileiros, três refeições por dia. Hoje, quase dez anos depois, as mudanças e os avanços foram além deste primeiro objetivo.

Em primeiro lugar, podemos citar a prioridade para as mulheres como titulares dos benefícios, isso, além de assegurar os recursos para alimentação, remédios, material escolar e higiene às crianças e à família, também é possível perceber que as mulheres ganharam o poder de decisão dentro de suas casas, o que garante o exercício de seus direitos.

Lulaspeech

O Bolsa Família trouxe um efeito multiplicador para as economias locais. Essa mudança foi percebida, mais especificamente em 2008, quando os países ricos entraram em crise.

De acordo com pesquisas, o Bolsa Família trouxe impactos positivos no que diz respeito ao progresso e frequência escolar de crianças e adolescentes, além da realização do pré-natal, vacinação e alimentação. Durante o período em que o benefício passou a ser concedido, crianças e jovens pobres apresentaram bons resultados, acima da média, em relação à taxa de aprovação e queda na evasão escolar.

São 50 milhões de brasileiros, em todo o país, beneficiados com o recurso, o que representa 0,46% do PIB. O Bolsa Família tornou-se um modelo de programa de transferência de renda em todo o mundo e é um dos mais recomendados pela ONU.

800px-Bolsafamiliafeiradesantana

O sucesso do projeto, no entanto, foi obtido graças à dedicação de diversos profissionais da área de assistência social, educação e saúde, de todo o país. Essa união e o bom desenvolvimento do programa, possibilitou que ele se tornasse a maior articulação federativa em políticas públicas, ou seja, o Estado a serviço dos mais necessitados. O valor médio de repasse é de R$149,70.

O Bolsa Família também contribui, de acordo com estudos, para a redução da desigualdade e para a diminuição da extrema pobreza. Aproximadamente 20% da queda da desigualdade social é atribuída ao programa.

800px-Bolsa_Ananias

Por outro lado, há quem acredite que esse seja um projeto pouco efetivo no que diz respeito à emancipação de seus beneficiados, pois encontram dificuldades para se inserirem no mercado de trabalho para que, então, possam se tornar independentes do recurso oferecido.

E qual a opinião de vocês sobre o Bolsa Família?

Bolsa_Escola