Rio +20 - Ultimo dia

A Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável não teve o sucesso e, tampouco os resultados esperados. A Rio+20 terminou distante das expectativas da sociedade e dos governos. Dez dias de diálogo não foram sufucientes para sanar problemas urgentes de nosso planeta. O documento, chamado de O Futuro que Queremos e, apelidado por diversas ONGs de O Futuro que Teremos ou O Futuro que Não Queremos, foi aprovado no final do evento. O que realmente marcou o encontro foi a crise econômica e, seus 114 líderes ficaram satisfeitos em repetir as promessas de 1992 e adiar as ações que a ciência aponta como urgentes.

Em 2015 o tema será retomado e a sustentabilidade, mais uma vez será debatida. A partir de então, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável entrará em vigor. A partir de 2013 serão definidos temas e metas.

Algumas questões importantes, como o mecanismo de financiamento ao desenvolvimento sustentável e um acordo sobre a proteção do alto-mar, ficaram para depois.

De acordo com Sha Zukang, secretário-geral da Conferência, foram registrados 692 acordos que vão direcionar R$1,6 trilhões ao desenvolvimento sustentável nos próximos dez anos. Boa parte dos recursos será proveniente de oito bancos de desenvolvimento, que se comprometeram a destinar R$350 bilhões para projetos sustentáveis na Ásia, América Latina e África.

Por outro lado, Zukang lembrou que os compromissos assumidos pelos países na cúpula de Copenhague, em 2009, ainda não foram cumpridos.

O presidente do Equador, Rafael Correa, por sua vez, criticou a Rio+20 classificando-a como um fracasso e ainda afirmou que a declaração final é lírica. Na visão dele, o evento não teve ações concretas ou seja, tudo continuará igual.

A Ministra Coordenadora de Patrimônio, María Fernanda Espinosa declarou que o Governo do Equador está decepcionado com a Rio+20, pois acredita que o documento final não cumpre com as expectativas criadas e representa um fracasso.

Além dos representantes do Equador, representantes de diversas ONGs, ambientalistas e a população em geral estão frustrados com os resultados, ou com a falta deles, e, a maioria das pessoas acredita que as coisas permanecerão do jeito que estão. Sendo assim, não foram firmadas ações concretas para darmos um rumo melhor ao nosso planeta, mesmo sabendo que estamos correndo contra o tempo e que os recursos naturais não podem esperar a crise econômica, por exemplo, melhorar para então serem tomadas as devidas providências. O resultado é uma enorme preocupação com os rumos que tomaremos e com o futuro de todas as nações. 

 

Posts Rio+20:

Primeiro dia
Segundo dia
Terceiro dia
Quarto e quinto dia
Sexto dia
Sétimo dia
Oitavo dia
Nono e penúltimo dia
Décimo e último dia

Compartilhar?

Comentários

Não existe nenhum comentário para esta aula até o momento!